Por favor, habilite JavaScript para poder visualizar esta página corretamente.

RECUPERAMOS HD

Equipe com ampla experiência na recuperação de dados em disco rígido danificado

storage danificado

MELHORES
RESULTADOS

EXPERTISE

20 anos de experiência real em recuperar dados de disco rígido

CONFIANÇA

Procedimentos feitos por time graduado e em ambiente controlado

EFICÁCIA

Programas customizados e data center para validação dos dados

CREDIBILIDADE

Equipe formada e legalmente apta para exercer as atividades


SISTEMA
EFETIVO

Procedimentos de reparo coordenados por um analista de storage e um programador. Dados validados em data center.

MÉTODOS
SEGUROS

Aplicação de técnicas forenses em laboratório controlado, para preservação dos discos rígidos e suas informações.

TECNOLOGIAS ATENDIDAS

PATA (IDE)

Acrônimo para AT Bus Attachment. Interface de dados com transmissão paralela e 22-48 bits de endereçamento de bloco.

SSA

Protocolo Serial Storage Architecture, da IBM, usado nos storages das plataformas RS/6000 (7133, 2105, 7190, etc.).

SATA

Tecnologia ATA com transmissão de dados em modo serial e taxas de transferência até 6 Gbit/s. Suporta hot swapping.

SCSI

Barramento em paralelo: SCSI-1, Fast/Ultra/Ultra2/Ultra3 SCSI, Ultra/Ultra2 Wide SCSI, Ultra-320/Ultra-640 SCSI.

SAS

Tecnologia que utiliza os comandos SCSI em modo serial. Atinge velocidades de 375 MB/s (SAS-1) à 2812 MB/s (SAS-4).

FABRICANTES ATENDIDOS

EM 1956, a IBM criou o primeiro disco rígido da história e, em 2003, sua unidade de produção de HDs foi incorporada a HGST. Esta foi vendida à Western Digital, em 2012. Ao longo dos anos surgiram outros fabricantes, que também foram vendidos ou fundidos a outras empresas, como Maxtor (vendida para Seagate), Fujitsu (comprada pela Toshiba) e Samsung (sua divisão de HDs foi adquirida pela Seagate). Ainda, há empresas que só montam HDs externos, como ADATA, Buffalo, Lacie, etc. A Hosco também recupera informações de hard drives cujos fabricantes já não existem e nem há equipamentos para recuperação. Nestes casos, a empresa conta com seus programadores, que usam engenharia reversa para viabilizar as recuperações (exclusividade da Hosco).

SEAGATE

Inclui LaCie, Maxtor, etc.

WESTERN DIGITAL

Inclui HGST (Hitachi e IBM)

TOSHIBA

Inclui Fujitsu, Hitachi e IBM

SAMSUNG

Integrada a Seagate (2011)

MAXTOR

Adquirido pela Seagate (2006)

FUJITSU

Incorporado a Toshiba (2009)

HITACHI

Ligada a HGST, IBM, WD e Toshiba

QUANTUM

Vendida para Maxtor (2001)

HGST

Fusão entre Hitachi e IBM (2002)

LACIE

Especializada em HDs externos

PROBLEMAS
FREQUENTES

HD Não detectado pelo BIOS ou UEFI

Apresenta capacidade incorreta

Erro em tarefas de leitura/escrita

Partição aparece como RAW (crua)

Mensagens de formatação de disco

Solicitação de checagem (chkdsk)

Sistema operacional congelando

HD fazendo ruídos ou trepidações


DEPOIMENTOS

  • Depoimento 1

    "Obrigada por terem salvo meus arquivos!

    Parabéns pelo trabalho!"

    HD Interno | Ano: 2017 | Cenário: HD SATA 120GB + Sistema de Arquivos HFS+

  • Depoimento 2

    "Contratei os serviços do William e da Hosco para a recuperação de dados em um HD que estava corrompido. Pontualidade e precisão são pontos fortes deste profissional que recomendo fortemente."
    HD Interno | Ano: 2016 | Cenário: HD IDE 80GB + Sistema de Arquivos NTFS

  • Depoimento 3

    "Não tem como descrever tamanho profissionalismo da empresa e competência no serviço.
    Tudo que eu havia perdido no SSD danificado foi recuperado e nenhum arquivo foi corrompido."
    SSD Kingston | Ano: 2020 | Cenário: SSD SATA 240GB + Sistema de Arquivos NTFS

PRINCIPAIS MODELOS

A Hosco tem um amplo histórico real na recuperação de dados em diferentes arquiteturas e modelos de discos rígidos, com capacidades que variam de poucos megabytes à dezenas de terabytes.
Dentre os HDs suportados, estão inclusos modelos convencionais e também produzidos em território nacional. São equipamentos que, geralmente, usam interfaces SATA, SCSI, IDE ou USB.
Também estão incluídos modelos raros e com arquiteturas menos usuais. Como exemplo, podemos citar o projeto que nossa equipe executou em uma antiga plataforma IBM RS/6000 (com os drives condenados pelo próprio vendor). Trata-se do único caso nacional de data recovery (reparo de cabeças de leitura e firmware) em HDs SSA.

SEAGATE/MAXTOR

ST31000520AS, ST1000LM035, ST2000DM008, ST320LT007, ST12000VN0008, ST98823AS, STM38021, ST320410A etc.

WESTERN DIGITAL

WD3200AAJS, WD120EFAX WD5000AAKX, WD10EZEX, WD800BB, WD10SPZX, WD10JPVX, WD20EZRX, WD40EZRZ e demais.

TOSHIBA

MK8034GAL, HDWD110XZSTA, MK5059GSXP, MQ01ACF050, MQ01ABD100, MG07ACA12TE, DT01ACA100 e MQ01ABD032

SAMSUNG

ST1000LM024, ST2000LM003, SP0842N, HD161HJ, HD322HJ, SP0411N, ST500LM012, SV2011H, HD502HJ etc.

HGST/IBM

5k1000, 7k1000, Z5K500-500, Z7K500, 0F18370, 09L0696, 59H7011, 17r6169, MBF2600RC, DMVC/DRVC/DGHC/DGHS IEC-950 etc.

FUJITSU

MAX3036RC, MHV2040AH, MHW2120BH, MHZ2320BH, S26361, MAY2073RC, MHZ2080BH, MHW2160BH e MJA2500BH

HITACHI

HTS424040M9AT00, 7K200-120, HTS541040G9AT00, Z5K320-160, HDS728080PLA380, 0B23909, HTS722080K9SA00 e 0B22138

QUANTUM/MAXTOR

Bigfoot CY/TX/TS, Fireball LCT 10/20, Fireball CX/EX/SE, Lightning, NAR61HA0, 84320D4, 71084AP, 7540AV, 72004AP, 91080D5, 2B020H1 etc.


SOLUÇÕES

A Hosco possui gestores formados e com certificações que são relevantes à atividade de recuperação de HD. São profissionais com mais de 30 anos de atuação em tecnologia e mais de 20 anos em recuperação de dados. Cumprem a função de gerenciar, aprimorar e customizar a execução de trabalhos e processos internos. Além disso, são responsáveis pelo desenvolvimento de soluções e softwares usados na Hosco.

A equipe conta com técnicos e analistas que executam as atividades diretamente ligadas ao processo de recuperação em HD. Eles exercem as tarefas de reparo nos discos rígidos, validação dos dados, manutenção de storage, backup, entre outras. Também são profissionais formados e com longa carreira em tecnologia e informática.

Laboratório de Hosco

A Hosco conta com, possivelmente, a maior infraestrutura de data recovery do Brasil. Já foram revertidos desastres em ambientes com quase 50 HDs. Alguns destes grandes casos são mencionados, publicamente, pelos próprios contratantes.

Possui laboratório, próprio, com placas controladoras (para reparo em HDs) e câmaras classe 100 (para reparo interno de drives danificados). Nestes são realizadas operações com pratos, reposição de cabeças de leitura e concertos de motor.

Um diferencial importante é fato da empresa possuir data center, com grandes storages e servidores (IBM, Oracle, Dell e Intel). Isto garante recuperações de dados bem mais ágeis, confiáveis e eficientes.

Portanto, são oferecidas as melhores soluções para recuperar HD que esteja inacessível por dano físico ou por incidente em nível de particão ou sistema de arquivos (dano lógico).

Datacenter de Hosco

INCIDENTES

Principais causas de danos físicos em discos rígidos:

  • Quedas, colisões e impactos externos diversos
  • Estruturas elétricas anômalas ou insuficientes
  • Climatização inadequada ou mal dimensionada
  • Elevado tempo de uso ou de cargas de trabalho

Principais causas de falhas lógicos em discos rígidos:

  • Desligamento ou interrupção abrupta de energia
  • Remoção ou desmontagem incorreta de volume do HD
  • Problema com encriptação em volume ou file system
  • Interrupção de fsck ou chkdsk e dano em journal
Incidente Físico com HD

Danos físicos comuns apresentados em discos rígidos:

  • Falha nas cabeças de leitura e escrita
  • Degração de pratos e mídias magnéticas
  • Inconsistências em módulos de firmware
  • Problemas em componentes dos circuitos
  • Travamentos de motor e curto circuitos

Danos lógicos comuns apresentados em discos rígidos:

  • Exclusão ou inconsistência em partição
  • Incidentes com os sistemas de arquivos
  • Remoção, deleção ou corrupção de dados
  • Alteração de dados por acesso indevido
  • Falha nos volumes lógicos ou dinâmicos
Incidente Lógico com HD

ORIENTAÇÃO

HDs são vulneráveis às condições externas. Uma acomodação adequada pode contribuir na vida útil desses dispositivos.

Condutas podem ser adotadas quando um HD apresenta qualquer falha ou quando ocorre perda de acesso aos seus arquivos.

As ações tomadas pelo proprietário ou analista responsável pelo HD corrompido estão diretamente relacionadas com o resultado da (possível) recuperação dos arquivos e o custo que ela terá.

Em 2013, gestores da Hosco escreveram um artigo sobre Recuperação de HD para o Hardware.com.br - maior portal de informática do Brasil. É um texto que aborda esse tema com mais detalhes.

HD IDE para reparo na Hosco

Em caso de dúvida, a ação mais segura é sempre desativar o HD. Deve-se desligá-lo na primeira suspeita de falha ou perda de arquivos. Qualquer procedimento físico (troca de placa lógica, ou alteração de componentes) ou lógico (uso de softwares, alteração de particionamento etc.) pode agravar o problema ou inviabilizar a recuperação. Em nenhuma hipótese se deve abrir ou retirar a tampa do disco rígido.

Os clientes devem escolher com cuidado a empresa para onde levarão seu drive a fim de recuperar dados. Todo ano surgem novas "empresas" e "técnicos" que ficam em evidência nas redes sociais, mas que (na realidade) têm muito pouca experiência prática.

Portanto, é recomendado encaminhar o dispositivo para uma empresa especializada em recuperação de dados e que tenha um longo histórico real nessa atividade, como é o caso da Hosco.

HD com dados recuperados