Please enable JS

RECUPERAMOS UNIX

Há 22 anos, nossa equipe recupera dados de servidores e storages Unix
Unix danificado
MELHORES
RESULTADOS

EXPERIÊNCIA

22 anos de experiência real em arquiteturas, ambientes e sistemas Unix

CONFIANÇA

Ações seguras executadas por equipe certificada, em laboratório moderno

EFICIÊNCIA

Uso de técnicas forenses e programação, garantindo os melhores resultados

CREDIBILIDADE

Equipe graduada, legalmente amparada para os procedimentos de recuperação


TÉCNICAS
MODERNAS
Ações de recuperação realizadas por equipe experiente, composta por analista de sistemas e segurança com certificações em Unix.
MÉTODOS
SEGUROS
Técnicas forenses não-invasivas aplicadas em laboratório, preservando integridade de conteúdo em drives danificados.

INCIDENTES REPARADOS

FÍSICOS

FALHAS DE HARDWARE

Ambientes Unix com perda de dados por causa de storages comprometidos, dispositivos (HD, SSD, etc.) danificados, entre outros.

LÓGICOS

FALHAS LÓGICAS

Desastres com volumes ou particionamento, deleção de arquivos, comprometimento de conteúdo (por ação dolosa ou culposa), etc.

PLATAFORMAS ATENDIDAS

UNIX BSD

BERKELEY UNIX

Sistemas baseados no Unix de Berkeley (com inicialização sem uso de runlevels), como FreeBSD, NetBSD, OpenBSD, DragonFly BSD, entre outros.

UNIX SYSTEM

AT&T SIII/SV

Unixes derivados de System III e V (que possuem scripts de inicialização em runlevels), como AIX, HP-UX, Solaris, illumOS, SCO, UnixWare, etc.

SISTEMAS ATENDIDOS

A recuperação de dados é voltada para sistemas operacionais com kernel (monolítico e microkernel) Unix, contendo licenças proprietárias ou livres. São suportadados ambientes de portes variados: de pequenos servidores a soluções complexas e de alta escalabilidade. São atendidos incidentes relacionados a problemas físicos (HDs danificados, etc.) ou lógicos (RAID indisponível, volume corrompido, etc.)
Estão inclusos storages e servidores com arquiteturas x86 (Oracle Solaris), SPARC, RISC (IBM RS/6000, etc.), CISC (HP 9000, 300, 400, 600, 700, 800), ARM, IA-64, MIPS, RISC e DEC.


Nota Legal: A Hosco recupera informações, mas não realiza manutenção em equipamentos. Todas as marcas comerciais, nomes ou logotipos, mencionados nessa página, são de propriedade de suas respectivas empresas.

BERKELEY UNIX

386BSD 1.0/2.0, 2BSD, 3BSD, 4.1 4.2 4.3BSD, 4.4BSD e 4.4BSD-Lite

FREEBSD

FreeBSD 1, 2, 3/4, 5 IA64/SPARC, 6/7/8, 9 SPARC-64, 10/11, 12 RISC-V

NETBSD

NetBSD 0.8-0.9, 1.x Amiga/Sun-4c/PPC, 2.0-6.0, 6.1, 7-8, 9.0 ARM-64

OPENBSD

OpenBSD Project 1.1, 1.2, 2.0-2.9, 3.0-3.9, 4.0-4.3, 4.4 SPARC/SPARC64

DRAGONFLY

1.0-1.12, 2.0, 2.2 (HAMMER), 2.4-2.10, 3.0-5.0, 5.2 (HAMMER2), 5.4 e 5.6

AT&T SYSTEM V

SVR1-SVR4 (base para HP-UX, IRIX e Solaris), SVR4.2/SVR5 UnixWare

SUNOS

SunOS 1.0-2.0 (BSD based), SunOS 3.0-4.0/4.1/5.x (BSD + System V)

SOLARIS

Oracle Solaris 1-2.4 SPARC/x86, 2.5.1 PowerPC, 7-9, 10U2/11.x (ZFS)

ILLUMOS

OpenSolaris 2008.5/11 2009.06, OpenIndiana 2014-2019, Nexenta

IBM AIX

AIX 1/2, 3 (LVM), 4.1-4.3.3, 5L 5.1-5.3 (LPAR), 6.1 (WPAR), 7.1, 7.2

HP-UX

1-5.0, 3.x-8.x, 9.x (LVM), 10.10, 10.20 (HFS), 11, 11.10, 11i BL/CX/RX

SCO UNIX

SCO 386, UnixWare 2/7, OpenServer 3.0/5.0/6.0/10, Open Desktop

FILE SYSTEMS SUPORTADOS

A recuperação abrange sistemas de arquivos Unix tradicionais (UFS, JFS e XFS), legados (HTFS, BeFS, etc.), modernos (ZFS, VxFS, etc.) e distribuídos (GlusterFS, NFS, etc.); estão inclusos particionamentos AIX, Solaris, OpenBSD, FreeBSD, HP-UX, e outros. São suportados volumes criados com LVM1/LVM2, ZFS, BSD Vinum, BSD bioctl, Solaris SVM, Veritas VxVM e HAMMER.

UFS

UFS1/UFS2 e BSD FFS

JFS

AIX JF1 e JFS2

VxFS

Veritas OnlineJFS

XFS

SGI Irix XFS

HFS

Apple HFS/HFS+

HPFS

IBM OS/2 HPFS

HTFS

OpenServer HTFS

MINIX

Minix FS / Minix 3

ZFS

Oracle ZFS e OpenZFS

HAMMER

DragonFly HAMMER

PROBLEMAS
FREQUENTES

Falha em HDs, SSDs, LTOs, etc.

Corrompimento de metadados

Dano em controladora de disco

Erros em sistemas distribuídos

Remoção ou alteração de dados

Monitoração precária de discos

Erros em processos de migração

Dano por acesso não autorizado

Um sistema Unix danificado deve ter seus drives desligados imediatamente

DEPOIMENTOS

  • Depoimento 1
  • Depoimento 2
  • Depoimento 3

Fluxo de TRABALHO

A Hosco possui data center, laboratório próprio e equipe com certificações relevantes. Os projetos são elaborados por um analista de storage, especializado em recuperação de HDs. As tarefas são executadas por profissionais com muitos anos de experiência. O processamento e armazenamento das informações ocorre em uma estrutura computacional poderosa e segura. O ambiente para reparo em HDs segue os devidos compliances. A validação dos dados é apoiada por um analista de sistemas. Essas e outras qualidades garantem que os trabalhos realizados pela Hosco sejam mais ágeis, seguros e eficientes.

1) DIAGNÓSTICO

Análise dos dispositivos

2) ESTABILIZAÇÃO

Dispositivos normalizados

3) PLANEJAMENTO

Criação de algoritmo

4) EXTRAÇÃO

Extração de blocos

5) RECONSTRUÇÃO

Reconstrução de arquivos

6) VALIDAÇÃO

Teste de integridade

7) FINALIZAÇÃO

Fim do trabalho

8) ENTREGA

Entrega dos dados


SOBRE UNIX

O Unix foi criado nas dependências da AT&T, em 1969, pelos cientistas Ken Thompson e Dennis Ritchie. Sua popularização se iniciou através dos sistemas BSD e System V (derivados diretos do Unix original), por serem estáveis, robustos e resilientes.
Suas primeiras versões usavam um sistema de arquivos chamado FS (File System), que já continha superblocos, inodes e bloco de boot. Alguns anos depois, criou-se o poderoso e inovador UFS (Unix File System), um dos primeiros a usar journaling (registro de operações pendentes, que ajuda a manter a integridade dos dados após ocorrência de desastres) e replicação de superbloco.
Sobre UNIX
O UFS2 surge em 2003, trazendo inovações e melhorias como ponteiros de 64 bits (permitindo, volumes com mais de 9 zettabytes) e blocos de tamanhos variados, entre outras. Ele possui um tipo de journaling chamado de soft update, que realiza constante flushing de metadados, através de escritas assíncronas (registrando operações que ainda estão somente em memória), amenizando o impacto causado pelas chamadas sync/fsync. Isso ajuda na prevenção de inconsistências causada por falhas e proporciona uma recuperação mais rápida do sistema, evitando longas operações feitas por verificadores como o fsck.
Sistemas de arquivos como XFS, VxFS, JFS, HAMMER e ZFS, são ainda mais complexos. Eles suportam enormes volumes lógicos, grande capacidade de armazenamento, provisionamento on-line, snapshots, reparo em tempo real, e outras qualidades que os tornam ideais para ambientes de missão crítica.
Sobre UNIX

INCIDENTES

Os primeiros Unixes eram restritos a meios militares e universidades, que são ambientes vulneráveis quanto ao sigilo e proteção de dados. Além disso, as mídias de armazenamento eram rudimentares e apresentavam problemas constantes. Portanto, ao longo dos anos foram desenvolvidos complexos algoritmos de gestão de erros que vão além das simples rotinas de soft/hard reset em HD. Esse cenário obrigou os desenvolvedores a melhorarem o Unix nas suas respostas diante de desastres com discos defeituosos, transformando-o em uma plataforma recomendada para guardar grandes volumes de dados.
Incidente em UNIX
Embora os filesystems modernos sejam muito resistentes, isso não garante a disponibilidade dos dados para todo tipo de desastre.
Arquiteturas e empresas de menor porte tendem a perder informações por danos em seus dispositivos de armazenamento (HD, SSD, etc.) devido a menor disponibilidade de recursos para gestão, monitoração e prevenção de falhas.
Arquiteturas maiores também podem ser acometidas por drives de armazenamento defeituosos, mas suas soluções de backup e alta disponibilidade tendem a corrigir, instantaneamente, os impactos causados por esse tipo de problema. No entanto, há certas falhas de discos que ocorrem, repentinamente, não havendo possibilidade de previsão (mesmo com monitoração constante). Ainda existem diversas outras circunstâncias que levam grandes companhias a necessitar de recuperação de dados, que vão de acidentes com storages a espionagem industrial.
Incidente em UNIX

SOLUÇÕES

A Hosco ocupa posição de destaque na recuperação de conteúdo em Unix inacessível. Ela é conhecida por ser a única empresa nacional de recuperação de dados que possui equipe graduada, com certificações Unix e experiência real (desde o final dos anos 90) no gerenciamento desses sistemas operacionais. Inclusive, a empresa usa Unix para administrar seus storages.
Sua equipe possui ampla vivência em reparo (Unix repair) e recuperação (Unix recovery) em diversos ambientes Unix-like - incluindo HDs danificados a storages com filesystems distribuídos. Seus métodos garantem preservação física e lógica dos drives de armazenamento, garantindo a integridade dos dados alocados.
Soluções para Recuperação em Unix
Os procedimentos de diagnóstico são elaborados por um analista de sistemas e de segurança da informação (com certificados LPIC/LPI e Oracle), assim como todo processo de Unix data recovery. O trabalho é todo realizado nas dependências da empresa e pelos seus funcionários.
A equipe Hosco também tem experiência em análise de dispositivos de cache e logs transacionais, comuns em sistemas de arquivos Unix modernos. Essa qualidade é essencial para manter a consistência dos arquivos e, aliada a um conjunto de melhores práticas, garante elevado índice de sucesso.
Todo Unix inacessível precisa ter seus drives, imediatamente, desligados (para evitar agravamento do desastre e perda definitiva de arquivos). Se o ambiente tiver conteúdo importante, deverá ser, invariavelmente, encaminhado para uma empresa especializada nesse tipo de recuperação (Hosco).
Soluções para Recuperação em Unix